Genética Picture

English Chinese Spain French Italian Dutch Norwegian Swedish Portuguese Taiwanese

Poligenia

Algumas vezes dois ou mais genes podem contribuir para uma característica genética específica. Isso foi estudado por exemplo no trigo. Sementes de trigo são por regra azuis escuras, mas mesmo a semente branca existe. Quando cruzamos a semente de tipo vermelho médio com a branca, apenas dá vermelho. E na seguinte geração o branco reaparece. Isso depende em quantos trigos estão dois genes diferentes para a cor das sementes, que estão localizadas em cada cromossomo (herença hence independentemente um do outro). O primeiro cruzamento pode ser representado por R1R1 R2R2 (vermelho) x r1r1 r2r2 (branco), que resulta em R1r1 R2r2 (vermelho). A dominancia do R1 e do R2 é incompleta, e devido isso o efeito dos genes podem ser somados. O resultado é que as sementes vermelhas de trigo podem ter diferentes graduações de vermelho. Cruzando dois genotipos R1r1 R2r2 daria a seguinte tabela de cores:

__________________________________________________________________________________________________
|      |                       |                       |                       |                 |
|      | R1R2                  | R1r2                  | r1R2                  | r1r2            |
|______|_______________________|_______________________|_______________________|_________________|
|      |                       |                       |                       |                 |
| R1R2 | R1R1 R2R2             | R1R1 R2r2             | R1r1 R2R2             | R1r1 R2r2       |
|      | vermelho escuro       | vermelho escuro médio | vermelho escuro médio | vermelho médio  |
|______|_______________________|_______________________|_______________________|_________________|
|      |                       |                       |                       |                 |
| R1r2 | R1R1 R2r2             | R1R1 r2r2             | R1r1 R2r2             | R1r1 r2r2       |
|      | vermelho escuro médio | vermelho médio        | vermelho médio        | vermelho claro  |
|______|_______________________|_______________________|_______________________|_________________|
|      |                       |                       |                       |                 |
| r1R2 | R1r1 R2R2             | R1r1 R2r2             | r1r1 R2R2             | r1r1 R2r2       |
|      | vermelho escuro médio | vermelho médio        | vermelho médio        | vermelho claro  |
|______|_______________________|_______________________|_______________________|_________________|
|      |                       |                       |                       |                 |
| r1r2 | R1r1 R2r2             | R1r1 r2r2             | r1r1 R2r2             | r1r1 r2r2       |
|      | vermelho médio        | vermelho claro        | vermelho claro        | branco          |
|______|_______________________|_______________________|_______________________|_________________|

Nós temos então uma escala de cinco diferentes nuances de vermelho envolvendo apenas dois pares de genes. Quando aplicamos isso ao tamanho dos gatos, comprimento do pêlo or quantidade de pêlo, certamente haverá muito mais genes envolvidos. O resultado seria uma escala contínua entre dois extremos.

Continuar...