Genética Picture

English Chinese Spain French Italian Dutch Norwegian Swedish Portuguese Taiwanese

Gens

A palavra gene, usada pela primeira vez em 1910, se referia a uma unidade hereditária abstrata controlandora de uma característica hereditária específica, como por exemplo a cor das flores, de "parentes" conhecidos por diversas gerações. Os estudos mais conhecidos foram feitos por Mendel, um monge austríaco, em várias características das plantas ervilha plants. O fator que decide cores encontrado em flores foi apresentado em diferentes versões. Num caso deram flores brancas, no outro vermelhas. O mesmo se aplicou surperfície da folha: algumas eram enrrugadas, outras lisas. Essas diferentes variáveis dentro de um mesmo gene específico são chamadas alelas. Cada organismo tem duas alelas para cada característica, uma de cada parente. Em cada geração elas se dividem nas gametas criadas durante a divisão reducional (meiose): cada célula germinadora haplóide tem apenas uma alela do par original. Na concepção uma nova combinação é criada. Ambas alelas no par podem ser idênticas, e neste caso o invivíduo é chamado de homozigoto (Grego: homos=mesmo, zygon=par) para aquele par de alelas. Se pudermos chamar as alelas responsáveis pala cor da flor ervilha de fr (cor vermelha) and fw (cor branca), um indivíduo poderá ter as seguintes combinações: frfr = homozigoto, fwfw = homozigoto, frfw = heterozigoto. A célula germinal terá igualmente a alela fr ou fw.

As alelas para características hereditárias diferentes são frequentemente transmitidas ás gametas indenpendentes umas das outras, já que os diferentes genes estão frequentemente em diferentes cromossomas ou longe um dos outros no mesmo cromossoma. Uma planta ervilha pode, por exemplo ter as alelas referentes cor das flores frfw e slsk respectivamente para longo ou curto caule. As gametas podem então conter as seguintes combinações: frsl, frss, fwsl ou fwss. As gametas são informadas as alelas de cor transmitidas, fr e fw, independentemente das alelas para comprimento do caule, sl e ss.

Continuar...